Euroindy

Logo_Registado

1

 +351 244 769 450     info@euroindy.pt

  • Home
  • Blog
  • Ao volante com… Julien Pereira

Ao volante com… Julien Pereira

Ao volante com… Julien Pereira

Em mais um episódio da nossa rubrica Ao volante com… estivemos à conversa com Julien Pereira. Um piloto que acompanhou toda a história do nosso kartódromo uma vez que as suas aventuras ao volante de um kart começaram no primeiro ano de existência do Euroindy.

Julien Pereira é o atual líder da classificação geral do Troféu Euroindy SWS. As suas aventuras ao volante de um kart começaram desde muito cedo. Tinha apenas 3 anos de idade quando o seu pai lhe ofereceu a sua primeira máquina. Foi nos primeiros anos de existência do nosso kartódromo, em 1993, que Julien Pereira iniciou as suas aventuras em pista. Tudo isto se deveu à excelente relação que o seu pai tinha com o nosso fundador, o Sr. Pragosa.

Estes anos iniciais ao volante de um kart em pista foram de extrema importância para a preparação do grande piloto que é hoje. Julien reconhece a mais valia que foi ter dado os seus primeiros passos no Euroindy, apesar de ter sido por mero prazer e lazer e não em competição. Foi apenas aos 12 anos que se aventurou na competição mais a sério.

Julien Pereira

Partilhando a sua visão sobre o panorama do karting em Portugal, tem reparado na grande evolução que a modalidade teve no nosso país.

Dá nota de que em Portugal já se encontram pilotos e equipas que competem de igual com outros países, mesmo os mais evoluídos. Destaca o facto de em Portugal ainda ser muito difícil angariar apoios numa modalidade que por si requer grandes esforços financeiros. Em relação a este tema sempre reparou que o Euroindy procurou, por todos os meios, ser um elo de ligação entre o mundo empresarial e o karting, exercendo um papel importante nos incentivos a esses apoios.

Como má experiência na modalidade, recorda uma das suas primeiras provas onde num sorteio a sorte não lhe bateu à porta na atribuição do motor para o seu kart. Mas foram essas dificuldades que o fizeram aprender a lutar sempre por melhorar as suas prestações. Baltar foi o expoente máximo a nível de competição nas boas recordações que guarda de um passado relativamente presente.

Não pensa numa carreira como piloto mesmo pelas dificuldades que é de angariar apoios e tem-se focado apenas nos Troféus Sodi SWS pelas oportunidades que os mesmos oferecem. Ultimamente virou-se igualmente para as provas de Endurance e tem vivido boas experiências nessa variante da modalidade.

Para os mais jovens que iniciam as suas aventuras no mundo do karting, deixa o concelho de nunca desistirem dos seus sonhos, mesmo que as coisas não comecem da melhor maneira. Além disso, oferece total disponibilidade para ajudar os mais jovens naquilo que puder.

Ouça a entrevista completa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *